top of page
  • sermidiacomunicacao

Mudanças no Instagram exige preparo das marcas para manter resultados

Alterações nos formatos e na forma de alcance do público exige cada vez mais conhecimento especializado para empresas que buscam alta performance.


O Instagram tornou-se uma ferramenta de trabalho para as empresas, além de uma rede social para as pessoas, pois, de acordo com um levantamento realizado pelo próprio aplicativo, duas em cada três empresas afirmam que o seu uso favorece a interação com as marcas. Contudo, a plataforma tem se apresentado inconstante, realizando inúmeros testes e alterações em seu formato que impactam diretamente no alcance do público. Para a especialista em mídias sociais, Alessandra Lemos Fernandes, é preciso ser atleta para acompanhar as novidades. “O marketing digital está em constante evolução e precisamos correr para acompanhar essa maratona e continuar apresentando resultados de alta performance para os clientes”, afirma a Executive Head que atende empresas de diversos segmentos através da Ser Mídia.


Além dos criadores de conteúdo, os próprios usuários têm manifestado o seu descontentamento com as mudanças, em especial, no Instagram que, desde maio vem realizando testes que deixava o feed do aplicativo em tela cheia. “Nos últimos tempos o algoritmo do Instagram tem priorizado o alcance dos Reels e entregado menos alcance das postagens de fotos e vídeos no feed, com isso a plataforma tem deixado de ser uma rede social de fotos, que era a sua essência, e se tornando cada vez mais uma rede social de vídeos”, comenta Alessandra.


Até campanhas como “Faça o Instagram ser o Instagram de novo” surgiram pela volta do antigo formato, mas o próprio CEO da empresa, Adam Mosseri, veio à público comentar que a rede social continuará apoiando as fotos, mas que “cada vez mais o conteúdo no Instagram irá se tornar vídeo ao longo do tempo”. Pois o porta-voz da Meta reforçou que o Reels é o formato que mais cresce no Instagram, sendo responsável hoje por 20% do tempo que as pessoas passam na plataforma.


Certamente hoje o Instagram está diferente de quando foi lançado, evoluindo ao longo do tempo com as mais diversas possibilidades e formatos. “Todas essas mudanças que ocorrem quase diariamente, impactam diretamente no trabalho dos nossos criadores de conteúdo e no alcance que é controlado pelo algoritmo”, comenta Alessandra. “Nunca tivemos o controle, é a plataforma quem comanda e por isso as empresas precisam tomar cuidado ao se comunicarem de forma amadora porque senão o seu público acabará não entendendo a construção da sua marca”, conclui.


21 views0 comments

Comments


bottom of page