© 2019 por Ser Mídia Comunicação e Marketing

Av. Presidente Kennedy, 2511 - Água Verde | Curitiba/PR . WhatsApp: 41 99918-0045

Remarketing: como funciona e vantagens dessas estratégia de publicidade digital

Conheça mais sobre como funciona essa ferramenta no marketing digital e como você pode tirar vantagens para aumentar a captação de leads e conversão em vendas.

Remarketing, em resumo, é aplicar mais de uma vez as ferramentas de marketing digital para o mesmo cliente. A ideia é continuar interagindo via anúncios com pessoas que visitaram sites ou redes sociais, mas não efetuaram uma compra ou um preenchimento de formulário de cadastro. Com o remarketing, esse possível cliente vai continuar recebendo a exposição daquela marca ou produto em diferentes mídias, aumentando a chance de uma decisão de compra ou uma visita à loja. 

 

“É a famosa ‘perseguição’ do cliente. A partir do momento que ele clica no site ou preenche algum cadastro, ele já demonstra ser um potencial comprador, então, usamos seus dados para manter a contato e lembrá-lo da empresa, produto ou marca que ele visitou ou interagiu de alguma forma”, explica a jornalista e Mestre em Tecnologia, Alessandra Lemos Fernandes, diretora da Ser Mídia Marketing e Comunicação Estratégica. 

 

 

Tipos de Remarketing

 

1- Remarketing via Google Ads

Neste tipo de remarketing, o cliente que entra em um determinado site passa a receber anúncios gráficos da mesma empresa em sites parceiros do Google, chamada de Rede de Display. “Isso é possível porque o Google registra os dados dos visitantes do site por meio de pixel de rastreamento, um código instalado na página. Com os dados desse cliente, é possível fazer um remarketing quando ele entrar no Gmail ou YouTube, por exemplo, além de centenas de sites”, esclarece a diretora da Ser Mídia.

 

 

 

Remarketing pelas Redes Sociais

O remarketing pode ser feito nas redes sociais de diversas maneiras, inclusive para clientes que visitaram o site da empresa. “Também por meio de pixels, as plataformas de anúncios de redes sociais, como Facebook e Instagram, podem mostrar publicidade paga para quem esteve em um determinado website. A mesma empresa que ele pesquisou no Google aparece no Facebook ou Instagram daquele usuário”, explica Alessandra Lemos Fernandes.


Além disso, pode acontecer o remarketing a partir do envolvimento nas próprias redes sociais. “Quando uma pessoa curte, comenta ou compartilha algo da sua empresa pelas redes sociais, ela se torna um público de envolvimento e pode ser alvo de uma campanha específica para objetivos como captação de pedidos de orçamento, visitas ao site ou venda”, complementa.

 

 

 

Remarketing com clientes offline

“Outra coisa que está super em alta são campanhas de remarketing para públicos personalizados. A partir do momento em que o cliente visita uma loja física ou participa de um evento , preenche um cadastro, ele pode fazer parte de um mailing. Fazemos o upload dessa lista no gerenciador de anúncios do Facebook e Instagram, que procura essas pessoas nas redes sociais, enviando as publicações patrocinadas da marca para esse público”, revela a diretora. 

 

 

Serviço:


A Ser Mídia Marketing e Comunicação Estratégica realiza campanhas de Remarketing para seus clientes, ampliando resultados nos pedidos de orçamento e vendas. Quer saber mais? Acesse: www.sermidia.com.br.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Novidade no Instagram: agora as empresas podem adicionar links nas fotos para marcar produtos e serviços.

March 22, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo