© 2019 por Ser Mídia Comunicação e Marketing

Av. Presidente Kennedy, 2511 - Água Verde | Curitiba/PR . WhatsApp: 41 99918-0045

Você sabe usar o Facebook para vender?

October 10, 2017

A jornalista Alessandra Lemos, especializada em Marketing Digital, dá dicas para usar as redes sociais para comercializar produtos e serviços*.

 

 

Tem muita gente querendo usar o Facebook para se relacionar com seus clientes e atrai-los para suas lojas. Mas poucos comerciantes sabem fazer isso de maneira eficaz. Os principais erros estão em usar perfis pessoais para vendas ou ter uma página (a chamada fan page) sem investir para torná-la de fato um instrumento de negócios.

 

Para entender a situação, é preciso conhecer a estratégia do próprio Facebook. O Facebook teve alta de 77% no lucro com alta em vendas de publicidade. Cerca de 1,94 bilhão de pessoas usavam a rede social mensalmente até abril de 2017, quando o balanço foi divulgado pela plataforma. Alta de 17% sobre um ano antes.

 

"A receita com publicidade para dispositivos móveis representou cerca de 85% do total do faturamento com propaganda, de US$ 7,86 bilhões, no primeiro trimestre, ante 82% no mesmo período de 2016", publicou a Revista Época. Isso equivale a, pelo menos, R$ 24 bilhões.

 

Como alcançou isso? Eu aponto duas razões: a primeira é praticamente obrigando as empresas a anunciarem. O Facebook não permite que os seguidores da sua página vejam todas as suas publicações, a menos que elas sejam impulsionadas, ou seja, pagas. Com isso, quem não investe, acaba por ver sua fan page às moscas.

 

O segundo motivo do sucesso dos anúncios no Facebook é que eles são baratos e dão resultado, ou seja, o custo-benefício compensa. O anunciante só paga por clique, isto é, se gerar interesse do público. O custo por clique gira em torno de R$ 0,20 e a partir de 10 a 15 reais por dia de investimento, o comerciante já começa a ver resultado. Somado a isso pode haver o custo de uma agência especializada, que vai preparar a campanha e colocá-la no ar. No total, o investimento gira em torno de R$ 60/dia, infinitamente menor que em outras mídias.

 

 

 

     Segmentação

 

 

Outra vantagem significativa é a segmentação. Isso significa que seu anúncio só vai aparecer para quem está curtindo ou procurando na web informações sobre o seu produto. Por exemplo, se você tem um Pet Shop, o anúncio só vai aparecer para quem tem animal, curte página de cães e gatos e outras lojas pet. O nível de assertividade supera outros meios e faz com que as empresas invistam mais e mais em publicidade no Facebook (que agora estende o mesmo anúncio para o Instagram, que também faz parte da mesma corporação).

 

Já para o anunciante, o segredo é ter uma boa campanha: a arte certa, o produto correto a ser vendido e a estratégia. Uma consultoria especializada é o melhor caminho. Em alguns casos, o ideal é impulsionar a publicação, em outros é direcionar para o site. Seja qual for a indicação, se você quer vender mesmo por meio no Facebook, considere se juntar ao grupo de 2 milhões de empresas que anunciam nesse site de rede social. As oportunidades são infinitas.

 

 

 

*Alessandra Lemos é diretora da Ser Mídia – Soluções em Comunicação. A jornalista tem Mestrado em Tecnologia (UTFPR) e acumula 15 anos de experiência em Comunicação e Marketing com centenas de cases de sucesso.

Contato: www.sermidia.com.br ou (41) 9 8478-3448.

 

 

 

Fotos: Pixabay

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Novidade no Instagram: agora as empresas podem adicionar links nas fotos para marcar produtos e serviços.

March 22, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo