Como manter meu negócio em tempos de crise? Dicas de marketing e vendas para empresários


A pandemia do Covid-19 surpreendeu a todos. De repente, o mundo parou, os comércios fecharam suas portas, uma grande instabilidade econômica e social tomou conta. Com isso, empresários de todos os ramos ficaram perdidos, sem saber como se comportar diante de uma grande crise, onde a venda online alcançou novos patamares nunca antes vistos.

Este momento está desenhando um novo mercado: a venda online. Pessoas que nunca compraram pela internet agora estão vivenciando a experiência de compra e, quem já era um consumidor online, está adquirindo ainda mais.

Segundo estudos, artigos para casa, móveis e jardim cresceram em 93% na venda online entre os dias 17 e 31 de março deste ano. Ou seja, mesmo com grande parte das lojas físicas fechadas, as pessoas não deixaram de comprar. Além disso, cresceu também a procura por serviços de vídeo conferência como o Zoom, Google Meet, Skype, entre outros. Ferramentas que já estavam em uma crescente, explodiram nesses dois últimos meses, conectando milhões de pessoas e empresas.

Esse novo comportamento não vai mais voltar para trás. Todos estão descobrindo como é prático, fácil e rápido comprar e consumir novos produtos e serviços pela internet.

Por isso, separamos algumas sugestões e orientações para que você, empresário, consiga lidar de uma maneira melhor e mais dinâmica, junto à lógica do seu negócio. Afinal, é preciso uma adaptação rápida para a sobrevivência de sua empresa em curtíssimo prazo.

  1. Dê segurança aos seus clientes para frequentarem a sua empresa

O uso de máscaras e álcool gel nós sabemos que é essencial para que os clientes se sintam e estejam, de fato, seguros na empresa. Outras medidas como instalar uma pia de fácil acesso para o cliente lavar as mãos logo na chegada da loja, por exemplo, proporciona uma sensação extra de segurança para o cliente. A proteção da própria equipe de vendedores e gerência passa seriedade e responsabilidade para o consumidor.

Dessa maneira, ele vai ficar mais tempo na loja, vai se sentir mais confortável, acreditando que ali é um lugar tranquilo e com menor risco de contaminação. Por consequência, ele vai comprar mais, vai voltar uma próxima vez e vai indicar a ouros. Ou seja, quando a empresa gera segurança, a tendência é que as vendas melhorem.

  1. Esteja presente nos canais de venda onde seus clientes estão

Hoje, os clientes estão na internet e no telefone. Este é o momento de desengavetar projetos de extensão que estão parados. Televendas, e-commerce e marketplace, por exemplo, são ótimas opções para alcançar mais clientes. Para isso, é necessário ter uma equipe treinada para atender os novos meios de vendas. Existem diversas outras formas: WhatsApp Business, serviço de Drive Thru e Delivery também são meios de venda/entrega que alcançam consumidores de uma forma que a loja física não consegue.

  1. Gere uma experiência nova para seus clientes

Os serviços online estão ganhando espaço cada vez mais rápido. Hoje, você pode oferecer praticamente tudo por meios digitais: aulas online ao vivo, em grupo, individual ou gravada, por exemplo, ou então uma venda por chamada de vídeo pelo WhatsApp mostrando os produtos disponíveis do seu negócio.

Enfim, são novas experiências que não existiam antes. Uma imobiliária, por exemplo, pode oferecer um tour virtual através de uma vídeo chamada ao invés de realizar as primeiras visitas presenciais. Isso é uma mudança de paradigmas. A dinâmica já mudou e agora precisamos aprender aplicar a tecnologia ao negócio de um jeito prático e simples.

  1. Reveja seu mix de produtos

Depois da chegada dessa crise, seus produtos continuam atendendo às necessidades do seu cliente? É necessário realizar uma triagem e perceber que tipos de mercadorias do seu mercado as pessoas em isolamento social tendem a comprar.

Talvez, para determinados tipos de itens, o estoque já basta, mas pode ser a hora de apostar e investir em produtos que fazem sentido para este momento. Por exemplo, as farmácias hoje precisam ter um maior estoque de máscaras e álcool em gel em comparação há alguns meses, por conta do momento atual.

Isso vale para qualquer segmento. Descobrir o que o cliente precisa hoje e investir nisso. Quais produtos vão de encontro às atuais necessidades dos seus clientes?

  1. Crie estratégias de atração de clientes

Aqui estamos falando da divulgação da sua empresa, como o marketing digital. Se o seu negócio não está inserido no mundo digital, este é o momento crucial para isso. Em crises como essa, ter uma estratégia forte, campanhas online e segmentação do público, por exemplo, é o que vai atrair as pessoas.

Já citamos a importância de ter os canais, mas eles só funcionam se houver uma atração efetiva. Ou seja, não adianta ter um, ou até mesmo vários canais, se o público não é alcançado. Além disso, também é essencial saber como utilizar a linguagem certa nas redes sociais, aliada às estratégias que comentamos acima, para aguçar a vontade do cliente e, a partir disso, gerar resultados.

Existem outras estratégias de atração também interessantes:

- Criar combos e brindes

Os combos atraem a curiosidade do cliente. Divulgar isso através de faixas dentro da loja, banners promocionais ou talvez até vender produtos a preço de custo para que a pessoa olhe para a empresa e visite a loja ou entre no site. Neste momento, a empresa não está visando ganhar dinheiro com aquele item a preço de custo, mas sim atrair o cliente para que, além daquele produto, ele compre outros.

- Parceria com fornecedores

Fechar ações promocionais com fornecedores ajuda a criar movimento no negócio. Ações para crianças, gincanas, sorteios, brindes, por exemplo, podem te ajudar a retomar as vendas. Ninguém gosta de loja vazia. Por isso, deixe sua loja e seus itens extremamente atrativos para chamar a atenção das pessoas e levá-las a comprar por diferentes canais aquilo que você tem para vender.

  1. Mantenha relacionamento com o cliente pelo Marketing Digital

Este não é o momento da empresa cortar gastos com as mídias. Em especial, é um momento para a empresa lutar por seu espaço digital, porque, se as pessoas estiverem na internet e não encontrarem sua empresa, elas vão encontrar o concorrente. Ou seja, alguém vai estar lá ganhando esse mercado no seu lugar.

Nos últimos dias, a venda online cresceu em torno de 30%. Mas, perceba que as empresas que vendem muito bem pela internet, são negócios que se relacionam com seu público pelas mídias digitais, através de posts, e-mail marketing, site e campanhas bem direcionadas no Google.

Então, é extremamente importante que sua empresa esteja presente no meio digital e mantenha um relacionamento com o cliente pelos meios online. Isso traz uma venda agora, mas também garante fidelidade depois que a pandemia passar.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 por Ser Mídia Comunicação e Marketing

Av. Presidente Kennedy, 2511 - Água Verde | Curitiba/PR . WhatsApp: 41 99918-0045